sexta-feira, 13 de junho de 2008

PROJETO DESIGN - PLANEJAMENTO DAS AULAS


Tema e Justificativa

Elaboração do jogo de memória com as crianças para desenvolver seu raciocínio e sua aprendizagem de forma que interagem com os demais colegas, identificando imagens iguais fazendo com que elas saibam relacionar cada uma.

Objetivo Geral

Construir o jogo da memória em pequenos grupos utilizando revistas ou jornais para recortar imagens ou figuras para colar em pedaços retangulares de papelão, identificando figuras formando pares de cada tipo e desenvolver regras e também conhecimentos de várias figuras ou imagens.

Objetivos Específicos

Conhecer sobre o jogo de memória;
Selecionar as figuras que serão usadas no jogo;
Planejar o jogo de memória;
Montar o jogo de memória;
Proporcionar as crianças a construção do jogo de memória para que elas identifiquem as figuras que vão virando e lembrem da figura anterior para encontrar a figura igual.
Melhorar sua aprendizagem e seu cognitivo, sua coordenação motora, memória, raciocínio lógico, expressão lingüística (oral e escrita).


Fundamentação teórica

Compreender a origem e o significado dos jogos tradicionais infantis requer a investigação das raízes folclóricas responsáveis pelo seu surgimento.
Um elemento introduzido pelo autor kishimoto (1993) é a natureza improdutiva do jogo. Entende-se que o jogo, por ser uma ação voluntária da criança um fim em si mesmo não pode criar nada, não visa a um resultado final. O que importa é o processo em si de brincar que a criança se impõem. Quando ela brinca não está preocupada com a aquisição de conhecimento ou desenvolvimento de qualquer habilidade mental ou física. Essa análise da Caillois receberá nova interpretação, quando a escola se apropria do jogo para educar a criança. Da mesma forma, a incerteza presente em toda conduta lúdica é outro ponto que merece destaque.
No jogo, nunca se tem o conhecimento prévio dos rumos da ação do jogador. A incerteza está sempre presente. A ação do jogador dependerá de fatores internos, de motivações pessoais bem como de estímulos externos, como a conduta de outros parceiros.
Froebel considera o jogo como auto-atividade, expressão das capacidades da criança, a organização dos dons e ocupações diverge dessa orientação, prevalecendo uma forma de estruturação das atividades infantis de natureza imitativa e com conteúdo predeterminado.
A ambigüidade das concepções froebelianas dá o alicerce para a estruturação da noção de jogo educativo, uma mistura da ação lúdica e a orientação do professor visando a objetivos como a aquisição de conteúdos e o desenvolvimento de habilidades e o desenvolvimento integral da criança.
A utilização do jogo potencializa a exploração e a construção do conhecimento, por contar com a motivação interna típica do lúdico, mas o trabalho pedagógico requer a oferta de estímulos externos e a influência de parceiros bem como a sistematização de conceitos em outras situações que não seja os jogos, segundo kishimoto (2002).
O jogo da memória é um clássico jogo formado por peças que apresentam uma figura em um dos lados. Cada figura se repete em duas peças diferentes. Para começar o jogo, as peças são postas com as figuras voltadas para baixo, para que não possam ser vistas. Cada participante deve, na sua vez, desvirar duas peças e deixar que todos as vejam. Caso as figuras sejam iguais, o participante deve recolher consigo esse par. Se forem peças diferentes, estas devem ser viradas novamente, e sendo passada a vez ao participante seguinte. Ganha o jogo quem tiver descoberto mais pares, quando todos eles tiverem sido recolhidos.
Jogo de Memória. O objetivo do jogo é formar pares iguais de figuras no menor tempo possível. Ao fim da partida, o jogador poderá conferir seu tempo. A cada novo jogo, as figuras são misturadas de forma diferente, o que permite jogar infinitas vezes, e sempre um novo jogo.
Uma jogada consiste em virar uma carta, depois outra. Todos os jogadores vêem as cartas que foram viradas. Se elas forem iguais, retire-as da mesa e separe. Jogue outra vez. Se as duas cartas viradas não forem iguais, acabou a sua jogada. Coloque as cartas em seus lugares, com a face virada para baixo. Observe as cartas viradas para as jogadas seguintes.
Os jogos de raciocínio e memória adaptam-se às crianças que dominam sua capacidade motora e nesse momento inventam regras. Para essa fase as melhores opções são os jogos e brinquedos de visualização , os quebra cabeças e os jogos de regras simples. O jogo pedagógico e educativo Jogo da Memória Alfabeto traz um único tema para facilitar a concentração da criança na memorização das palavras. Oriente-se para ficar atenta na hora de juntar as cartelas: tem que ser a letra L com a figura do Leão, a letra O com a figura da onça, e assim por diante.



Planejamento das aulas

Plano de Aula 1º

Jogo da memória

Idade das crianças
Crianças entre 2 e 3 anos

Objetivos

Conhecer sobre o jogo da memória

Duração da atividade

Vinte minutos

Conteúdo

Oral, história do jogo da memória, regras,..

Ação educativa

Primeiramente recepção das crianças com músicas infantis, como: bom dia amiguinhos como vai.
Na seqüência, apresentaremos um jogo de memória para as crianças e faremos um comentário sobre a história do jogo da memória, relatando como se joga, quais são as regras ensinando como construir e outros.

Materiais didáticos

Levar aparelho de som para por as músicas, fundamentação teórica, jogo da memória
Cartolina ou papel mais resistente


Plano de aula 2º

Jogo da memória

Objetivo

Selecionar as figuras que serão usadas no jogo

Duração da atividade

Trinta minutos

Conteúdos

Materiais para a seleção de figuras para análise das crianças

Ação educativa

Propiciar para as crianças figuras diversas

Materiais didáticos

Revistas para seleção de figuras

Plano de aula 3°

Jogo da memória

Objetivo

Planejar, decidir o jogo da memória

Duração da atividade

Quarenta minutos

Conteúdos

Planejamento da atividade do jogo da memória

Ação educativa

Primeiramente vamos decidir com as crianças sobre quantas peças deve ter no jogo e também de quais figuras serão coladas no papelão. Então será feita com 40 peças com figuras de animais. Após essa conversa faremos o jogo da memória.

Materiais didáticos

Folhas de ofício para a descrição do processo do planejamento

Plano de aula 4º

Jogo da memória

Objetivo

Montar o jogo da memória

Duração da atividade

Uma hora

Conteúdos

Neste momento as crianças irão construir, montar o jogo da memória com as figuras dos animais nos pedaços de papelão com colagem.

Ação educativa

Inicialmente as crianças irão colocar as figuras no chão e selecionar os pares, após isso elas vão recortar e depois colar as mesmas em cima do papelão.

Materiais didáticos

Figuras, pedaços de papelão, tesoura e cola

Plano de aula 5º

Jogo de memória

Objetivo

Avaliação

Duração da atividade

Duas horas

Conteúdos

Momento do (a) professor (a) fazer a avaliação das crianças

Ação educativa

O professor irá conversar com cada criança sobre seus trabalhos feitos em sala de aula, seu comportamento com os colegas e também com o professor, cuidado com os materiais. A avaliação dos alunos pode ser feita pela observação das atitudes de cada criança nas atividades em grupo ou individuais, na sua atenção, criatividade e iniciativa em cada atividade.

Materiais didáticos

Folhas de ofício para a descrição do processo para a avaliação



REFERÊNCIAS

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogos Tradicionais Infantis: o jogo, a criança e a educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. O jogo e a educação Infantil. São Paulo: Pioneira. Atahomson Learning, 2002.

Um comentário:

Prof. Carol disse...

A proposta do projeto sobre o jogo da memória ficou bem legal, mas é preciso mais cuidado para, como professoras, vocês não decidirem pelas crianças. Na aula 3, quando vocês propõe trabalhar com as crianças o planejamento do jogo, vocês colocam:
“Primeiramente vamos decidir com as crianças sobre quantas peças deve ter no jogo e também de quais figuras serão coladas no papelão. Então será feita com 40 peças com figuras de animais. Após essa conversa faremos o jogo da memória.”
Ora, se vocês vão decidir com as crianças quantas peças terá no jogo e qual será o tema do mesmo, como é que vocês já sabem que serão 40 peças e com animais? Isto não será decidido com as crianças? Então, vocês só poderão saber a quantidade de peças e a temática delas quando aplicarem esta aula.
Na aula 5, o objetivo precisa iniciar com verbo de ação, poderia ser... AVALIAR...
Mais atenção nestes pequenos detalhes que muitas vezes fazem a diferença.